Entradas etiquetadas: Arte portuguesa contemporânea

A ordem como pretexto e a luz acidentada. Introdução à obra de Manuel Caeiro

A presente entrada reproduz na íntegra o texto publicado no catálogo Manuel Caeiro. Amazing White Emptyness. Lisboa, Museu Nacional de História Natural e da Ciéncia, 2012. Tradução de Rita Custódio e Àlex Tarradellas. A ordem como pretexto e a luz

A ordem como pretexto e a luz acidentada. Introdução à obra de Manuel Caeiro

A presente entrada reproduz na íntegra o texto publicado no catálogo Manuel Caeiro. Amazing White Emptyness. Lisboa, Museu Nacional de História Natural e da Ciéncia, 2012. Tradução de Rita Custódio e Àlex Tarradellas. A ordem como pretexto e a luz